14°C 26°C
Foz do Iguaçu, PR
Publicidade

Sâmis tem liberação do TJPR e está apto para disputar as eleições

Por unanimidade de votos ex prefeito agora corre para fechar apoios. Ministério Público ainda pode recorrer

11/06/2024 às 09h47 Atualizada em 11/06/2024 às 10h08
Por: JNT NEWS
Compartilhe:
Sâmis tem liberação do TJPR e está apto para disputar as eleições

Com Diário de Foz

A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná acatou na segunda-feira (10), por unanimidade, o recurso da defesa do ex-prefeito Sâmis da Silva (PSDB) e, na prática, o liberou para disputar a prefeitura de Foz do Iguaçu nas eleições de outubro.

Conforme consulta ao Projudi (Processo Eletrônico do Judiciário do Paraná), o recurso (agravo de instrumento) foi provido (admitido, aceito) por 3 a 0, com a relatoria do desembargador Ramon de Medeiros Nogueira.

Mais informações e o inteiro teor da decisão da 5ª Câmara Cível serão divulgadas em seguida pelo TJPR. “É o resultado que esperava justamente no dia de aniversário da minha cidade. Sempre tive fé e confiança que meu nome estará nas urnas nas eleições de outubro. Agora é gastar mais sola de sapato ainda e conversar com o maior número possível de moradores de Foz do Iguaçu”, disse Sâmis da Silva.

Em decisão anterior do mês de abril, o desembargador Ramos Nogueira já havia concedido liminar que suspendia os efeitos da condenação judicial imposta na ação de improbidade em comento, a fim de suspender a sanção de “suspensão de direitos políticos” do ex-prefeito. Assim ele pôde articular a pré candidatura e não ter problemas em caso de mudança de partido.

Foz terá dois turnos

Em 2014, Sâmis se filiou ao PSDB e vai disputar as eleições em aliança com MDB e Solidariedade. “Estou conversando ainda com outros partidos para formar uma frente. As conversas devem se estender até as convenções em julho e agosto, meses das convenções partidárias. O mais importante é firmar o compromisso e ter apoio de lideranças e dos moradores de Foz do Iguaçu”

Como a eleição em Foz do Iguaçu poderá ter dois turnos, o ex-prefeito acredita que no primeiro turno, em 6 de outubro, a maior parte dos partidos deve lançar seus candidatos e para um segundo turno, os grupos políticos vão se aliar entre as duas candidaturas mais votadas. “Isso se não tivermos uma polarização já no primeiro turno. É a primeira vez que Foz tem a possibilidade dos dois turnos”, disse.

Apoio de Chico Brasileiro pode estragar a eleição

Como todos sabem, Sãmis da Silva foi um dos cabos eleitorais do prefeito Chico Brasileiro em 2020. Tendo como adversário principal o também ex prefeito Paulo Mac Donald, o discurso contrário e a participação de Sâmis na campanha de Brasileiro ajudou na reeleição, com forte participação também do vice Francisco Sampaio. A estratégia deu certo e reelegeu Chico.

Com isso, Sâmis também teria emplacado na administração a ex esposa e a atual em cargos de confiança na prefeitura. Agora com a situação por enquanto resolvida e liberado para concorrer, resta saber se Chico Brasileiro, até então calado, vai declarar apoio ao amigo, já que Sâmis foi um soldado fiel na sua reeleição. O fato é que esse apoio pode estragar os planos de Sâmis, devido a baixa aceitação por parte da população onde sua rejeição ultrapassa os 70% dos eleitores. Com mandato cada vez mais desgastados e frequentes escândalos, se o prefeito Chico declarar apoio publicamente ao amigo, pode azedar o leite. Restaria então o apoio velado, por tras da cortina.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários