14°C 26°C
Foz do Iguaçu, PR
Publicidade

Sem ressalvas, contas da Câmara de 2023 são aprovadas pelo TCE

Presidente João Morales destaca trabalho dos servidores e diz que a atual gestão reduziu gastos, modernizou sistemas e melhorou a transparência

02/07/2024 às 16h28
Por: JNT NEWS
Compartilhe:
Sem ressalvas, contas da Câmara de 2023 são aprovadas pelo TCE

As contas da Câmara de Foz do Iguaçu de 2023 foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Paraná (TCE), por unanimidade e sem ressalvas. Ao receber a notícia, o presidente João Morales destacou o trabalho técnico dos servidores e disse que a atual gestão reduziu gastos, modernizou sistemas e melhorou a transparência. No ano passado, o Legislativo promoveu diversas melhorias que, além da economia de R$ 5,1 milhões, resultaram em maior eficiência, agilidade nos serviços e transparência. Também está mais próximo da população com a realização das sessões itinerantes.

O modelo de gestão colocou a Câmara de Foz no cenário nacional, sendo convidada, desta vez como expositora no EnGITEC 2024, em Brasília, o maior evento nacional de tecnologia e inovação do Legislativo. Em 2023 os vereadores alcançaram recorde em proposições, com 182 projetos de lei, 876 requerimentos e 2413 indicações, o dobro em relação à legislatura anterior. A Casa Legislativa promoveu cortes e medidas, chegando a economizar 15% do orçamento de 2023. Uma das medidas foi em relação às despesas com aluguel, entregando dois andares de um anexo que geravam gastos de aproximadamente R$ 500 mil por ano.

João Morales disse que “a aprovação das contas representa que estamos no caminho certo. Nossos servidores estão entre os mais qualificados e com um trabalho técnico muito rigoroso eles proporcionam o suporte necessário para a boa gestão da mesa diretora. Isso nos projeta a níveis importantes, inclusive no cenário nacional, como apresentamos no EnGITEC. Esse trabalho faz com que a comunidade tenha segurança para resgate da confiança e da credibilidade em seus representantes aqui na Casa Legislativa”.

Waldecir Francisco Gonçalves dos Santos, servidor de carreira e que atuou como Controlador Interno em 2023, comentou: “As contas da Câmara são submetidas à apreciação do Tribunal de Contas todos os anos. A aprovação foi por unanimidade e sem ressalvas. Esse resultado só foi possível devido ao gestor da Câmara e a sua assistência, a equipe do Controle Interno que cuidou com muito zelo e atenção, além dos servidores que fizeram o seu trabalho com bastante profissionalismo”.

“Essa aprovação representa um bom trabalho em prol da comunidade iguaçuense, usando recurso público de forma adequada, cumprindo as leis, os regulamentos e normas exigidas pelo TCE”, concluiu Waldecir.

Gilvane Rodrigues, atual Controlador Interno da Câmara, disse que o resultado da análise das contas pelo TCE “é algo muito importante para o gestor e a sociedade, que sempre preza por uma boa atuação em cima dos recursos públicos”.

Projeção nacional

A Câmara de Foz foi protagonista no maior evento nacional de tecnologia e inovação do Legislativo, o EnGITEC 2024, do Senado Federal.  Pela primeira vez, a cidade participou como expositora. A partir desse sucesso, o Legislativo iguaçuense trabalha para se tornar um polo de Escola Legislativa, trazendo os modernos cursos para os servidores de câmaras de todo o estado.

Transparência e eficiência

A Casa de Leis alcançou o nível ouro em transparência no ranking do TCE, com a 6° posição entre as maiores cidades do Paraná. Também foi implantado o sistema de assinaturas digitais, possibilitando maior agilidade, reduzindo papéis e materiais com a diminuição de 90 mil impressões, só nos últimos cinco meses. O teletrabalho foi regulamentado levando a redução drástica de atestados médicos e um aumento na produção. A Casa também promove cursos de formação, aperfeiçoamento e oportunidades para os servidores.

Proximidade com a população

O Poder Legislativo também anunciou a futura TV aberta da Câmara, com a liberação da ANATEL já publicada, passando agora para a fase de estruturação. As sessões itinerantes começaram em setembro de 2023, levando a Casa de Leis diretamente aos bairros de Foz do Iguaçu e às universidades.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários