11°C 29°C
Foz do Iguaçu, PR
Publicidade

Duplicação da BR das Cataratas chega a quase 25% de conclusão

Obra está sendo financiada pela Itaipu Binacional, por meio de parceria com os governos federal e estadual. Investimento é de R$ 129 milhões

14/01/2024 às 12h57
Por: JNT NEWS
Compartilhe:
Duplicação da BR das Cataratas chega a quase 25% de conclusão

A obra de duplicação da Rodovia das Cataratas (BR-469), em Foz do Iguaçu (PR), já atingiu a marca de 24,76% de execução desde o final de 2022, quando tiveram início os trabalhos. Até o momento, já foram investidos quase R$ 37 milhões, dos R$ 129 milhões investidos pela Itaipu Binacional. 

Como a BR-469 é uma rodovia federal, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, formalizou uma parceria em que o financiamento da obra cabe à Itaipu e a execução ao governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR). Além das obras de duplicação, a Itaipu é responsável pelos recursos para pagamento da fiscalização, desapropriações e demais custos envolvidos.

Segundo o DER/PR, o serviço mais avançado é o de terraplenagem, que prepara o terreno para a implantação das novas pistas do eixo central e das vias marginais. Em alguns pontos já foi realizada nova pavimentação das marginais, para desviar o tráfego da rodovia e permitir a execução dos serviços. Bueiros de travessia e dispositivos de drenagem para captar água das chuvas também estão sendo instalados.

Também está quase concluída a primeira etapa da nova ponte sobre o Rio Tamanduá, já com serviços de pavimentação do tabuleiro em andamento. Em breve ela irá receber todo o tráfego da rodovia, permitindo início dos serviços da segunda etapa.

O projeto final inclui quatro viadutos. O do km 2 260 (em frente ao Condomínio Ritz Cataratas) é o mais avançado, tendo recebido todas as vigas longarinas, unidades de pré-laje e a concretagem da laje, estando pendente na estrutura somente a concretagem das novas barreiras New Jersey.

No viaduto do km 7 600 (próximo ao Movie Cars) estão sendo executadas estacas raiz e dispositivos da fundação da estrutura, enquanto no viaduto do km 3 970 (acesso ao bairro Remanso) estão sendo executadas, no momento, as estacas. O quarto viaduto será no acesso ao Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, localizado no km 6 760.

Também estão em andamento os serviços de implantação de dois passa faunas, novas rede adutoras em substituição às tubulações antigas, remanejamento de postes de rede elétrica e serviços de conservação de faixa de domínio da BR-469, como roçada, capina, limpeza e desobstrução de sarjeta, pintura de meio-fio, entre outros.

Via turística

As obras vão desde o portal de entrada do Parque Nacional do Iguaçu até trevo de acesso à Argentina, passando ainda pelo Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, em uma extensão de 8,7 quilômetros.

Segundo Enio Verri, diretor-geral brasileiro da Itaipu, a obra trará grande benefício para Foz do Iguaçu. “É uma obra determinante para o fluxo turístico da cidade, pois a BR-469 é a única via de acesso ao aeroporto e às Cataratas do Iguaçu”, reforçou. 

Está prevista a duplicação da rodovia, sendo duas pistas por sentido, com 3,60 m de largura cada faixa, separadas por barreira de concreto dupla com largura total de 0,61 m, acostamento interno com 0,60 m de largura e acostamentos externos com 2,00 m de largura. Já as vias marginais terão uma pista de rolamento com 7,00 m, passeios com 1,60 m e ciclovias bidirecional com 3,00 m ao nível da pista, ou passeios compartilhados com largura média de 3,00 m.

Investir em obras de infraestrutura é uma ação da Itaipu alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 8 (Trabalho Decente e Crescimento Econômico), 9 (Indústria, Inovação e Infraestrutura) e 17 (Parcerias e Meios de Implementação).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários